Pular para o conteúdo

Empresas de transporte público também colaboram com o meio ambiente. Ajude também

Escrito por


O Dia do Meio Ambiente foi comemorado no início de junho, mais precisamente no dia 05. A data foi decidida em 05 de junho de 1972, durante a Conferência das Nações Unidas (ONU) sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. Nesse dia, foi instituído o Dia Mundial do Meio Ambiente.

A data tem como objetivo principal chamar a atenção de todos para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais. Durante a conferência, o modo de pensar sobre o meio ambiente mudou e com isso, novas formas de tratar as questões ambientais surgiram.

No Brasil, por exemplo, apenas 10 unidades federativas monitoram a qualidade do ar, com isso, as chances de existirem ações e políticas públicas para combater a poluição diminuiu. Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Distrito Federal fazem esse controle.

o responsável pela coleta dos dados sobre a poluição do ar nesses estados é o Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA). Desde 2002, o órgão realiza essa atividade e identificou os poluentes que mais prejudicam nossa saúde. As principais são: partículas totais em suspensão (PTS), partículas inaláveis (MP10), fumaça, dióxido de enxofre (SO2), dióxido de nitrogênio (NO2), monóxido de carbono (CO) e ozônio (O3) – estes dois últimos são os mais difíceis de combater e, de acordo com o IEMA, não deve apresentar queda no país pelos próximos anos.

Estudos comprovam que a poluição de ozônio no solo pode diminuir em até 26% o rendimento de culturas até 2030, o que afetará a agricultura do país. A ONU também identificou que 92% da população mundial não respira ar limpo.

Uma pesquisa publicada em março de 2019 pelo periódico científico European Heart Journal, divulgada pela revista Exame, aponta que mais de 8 milhões de pessoas morrem por ano vítimas da poluição e como comparação, cerca de 7 milhões morrem devido ao tabaco.

O estudo, feito na Europa, mas que não é muito diferente do que vemos em outros continentes, se concentrou no ozônio e nas menores partículas poluentes, conhecidas como PM2,5, que são extremamente perigosas à saúde, pois conseguem penetrar os pulmões e podem até chegar à corrente sanguínea.

Mas esses poluentes não possuem origem apenas em um campo, eles são oriundos do trânsito, queima de combustíveis fósseis e até de lixões. Hoje, porém, vamos focar na poluição por meio de transporte.

 

Ações no trânsito que podem ajudar a diminuir a poluição

Usar menos o carro é uma das opções mais simples para diminuir a poluição nas cidades. Ir para o trabalho, faculdade ou escola de bicicleta pode ser uma ótima solução. Mas se não quiser chegar no seu destino meio suado, o ônibus pode ser uma ótima alternativa.

Usar o ônibus como meio de transporte ajuda a reduzir o número de veículos de transporte individual, como carros e motos, rodando nas ruas, emitindo quantidade significativa de poluição. Por exemplo, o dióxido de carbono – CO2, normalmente é liberado na atmosfera pela queima de combustíveis fósseis, como a gasolina. Ele é responsável por grande parte da poluição, afetando a camada de ozônio.

De acordo com o Estadão, ônibus e caminhões representam 5% da frota de São Paulo, porém só respondem por metade da poluição.

Deixando o carro na garagem, você reduz a emissão de poluentes na cidade. Segundo o boletim regional do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), realizado em 2011, cerca de 20% das emissões globais de CO2 vem do setor de transporte.

A empresa de transporte público Ansal, da cidade de Juiz de Fora, reconhece a importância de cuidar do ambiente e já foi premiada por isso. O grupo CSC, ao qual pertence, recebeu um prêmio, em 2018, sobre qualidade do ar. O gerente geral da Ansal, Rodrigo Reis, diz que a conquista representa uma mudança significativa na empresa. “Estamos já há alguns anos sendo premiados no Programa Despoluir da Fetram (de qualidade do ar). No último ano (2018) tivemos um recorde de 17 premiações nas empresas do grupo. Nosso desafio é manter esta preocupação e buscar influenciar mais pessoas a se preocupar com o meio ambiente”, explica Rodrigo.

A Ansal recebeu o Ouro-Destaque no Prêmio FETRAM de Qualidade do Ar 2018. O prêmio, que faz parte do programa Despoluir,…

Posted by Ansal on Friday, September 14, 2018

De acordo com o gerente da empresa, o prêmio enaltece a missão social da Ansal, destacada por buscar resultados relevantes no que diz respeito ao meio ambiente. “Nós queremos influenciar pessoas para lutar junto com a gente por esta causa”, conta o profissional.

O projeto da Ansal para evitar poluição não para por aí. “Além da preocupação com a emissão de poluentes, fazemos também a coleta e destinação de todos nossos resíduos sólidos e realizamos a reciclagem do óleo que seria descartado. Diminuir a poluição é um tema constante em nossas discussões diárias de segurança. Por isso, abordamos com a equipe de manutenção e operação, algumas práticas que podem ser aplicadas dentro e fora da empresa”, explica Rodrigo Reis.

O Dia do Meio Ambiente foi comemorado no início do mês de junho. Conforme explica Rodrigo Reis, “o dia serve para as empresas de transporte público refletirem o que estão fazendo e o que mais pode ser feito para influenciar os colaboradores e passageiros na busca por uma melhor forma de cuidar do meio ambiente”, conta o gerente geral da Ansal.

 

Embora o mês de junho seja marcado pelo Dia do Meio Ambiente, as ações de combate e conscientização sobre a poluição precisam ser continuadas durante todos os meses. Dessa forma, vamos conseguir notar diferenças no ambiente. Faça sua parte!

 

Por: Ombrelo