Pular para o conteúdo

Atitude Empreendedora: empreendedor, vá pra ação já!


Identificar problemas e oportunidades é uma das características mais marcantes dos empreendedores, que movem recursos para começar projetos e negócios.

A mente do empreendedor não para.

E, enquanto ela vai fazendo conexões e pipocando de ideias, o mundo continua mudando a todo vapor (infelizmente não tem como dar “pause” em tudo enquanto você está planejando e colocando um plano em ação…)!

Então, em um cenário acelerado – em que sua ideia, inclusive, pode estar sendo colocada em prática neste momento por outros empreendedores, com abordagens diferentes – o tal “fazer com o carro andando” é fundamental.

Ousadia e coragem são atributos importantes para quem deseja empreender ou já está no caminho. E o desapego do perfeccionismo… Ah, esse desapego é suado, mas extremamente necessário para o start em qualquer projeto! Afinal, muito mais valioso do que ter a ideia é apresentar essa ideia pro mundo com os recursos que se tem naquele momento.

Esse é um dos maiores aprendizados que já tivemos como empreendedoras: iniciar mudanças no nosso negócio e lançar novas ideias com o que temos naquele momento, com essa coragem de abrir mão do cenário ideal para dar conta de tirar os planos do papel (enquanto todo restante precisa continuar caminhando, afinal, as contas não se pagam sozinhas, não é?).

 

O que faz sentido para o negócio?

Estamos dizendo que planejar não é importante? Jamais. O pensamento estratégico é fundamental em todo processo, principalmente na compreensão dos objetivos do negócio para que eles não se percam de vista. Para nós, tudo precisa fazer sentido dentro de um contexto maior.

Por aqui, nos perguntamos com frequência: essa ação faz sentido? Afinal, tudo o que decidimos fazer impacta em horas de trabalho, energia e foco. Estamos sempre abrindo mão de algo para investir em uma ideia (mas esse é um papo para nosso próximo texto, a temida gestão de tempo)!

Só que, sozinho, o planejamento não faz milagre.  Quando colocamos na conta muitos pré-requisitos e circunstâncias – tempo, dinheiro, capacidade – para lançarmos uma ideia, ela vai ficando cada vez mais distante de nós. Não existe o momento perfeito.

Na Consultoria para Mulheres, nos vimos em alguns momentos cheias de anotações muito importantes, mas certas vezes faltava a atitude de colocar em prática os aprimoramentos. Desenvolvemos, então (na marra e após sessões de coaching!), a habilidade de colocar em prática o mais breve possível as melhorias que sinalizamos.

Hoje entendemos a importância de realizar essas três etapas para qualquer iniciativa: pensar, escrever e agir.

 

3 etapas para tirar ideias do papel com eficiência:

  • Fábrica de ideias: seja numa reunião com equipes ou em um papo informal com seus sócios e parceiros, é importante para o empreendedor reservar um tempo para avaliar o andamento do negócio e se questionar sobre as práticas atuais. Nesse exercício de brainstorm, muitas ideias novas e soluções criativas podem surgir. Esses insightsprecisam ser registrados no papel, pois, no campo dos pensamentos, o emocional pode falar mais alto e afetar as decisões.
  • Colocando no papel: Ao escrever essas ideias, você usa uma área do cérebro ligada à lógica, ordenando as ideias e tornando-as possíveis de se realizar. Pode ser anotações em post-its, num arquivo compartilhado ou naquele seu caderninho! O importante é fazer o exercício de registrar e, claro, executar!
  • Mãos à obra: nada disso tem valor se você não tirar essa ideia e esse plano do papel. Para isso, a dica é criar um plano de ação entendendo a prioridade de cada atividade dentro do processo. Entre as ações previstas, o que gera mais resultado para o negócio? Quem será o responsável por gerenciar essa tarefa?O que eu sou capaz de realizar agora, imediatamente? Sem perfeccionismo, lembra?

Se estagnarmos em algum desses pilares, o ciclo não acontece. E ele é constante! A reflexão e implementação de coisas novas precisam ser um hábito. Ah! E não devemos focar apenas no que ainda não foi feito: saibamos reconhecer o que de bom conquistamos até aqui.

Isso é fundamental para nutrir o sentimento de realização e continuar caminhando rumo ao sucesso.  Força, coragem, ousadia! Siga em frente, agora, estamos com você!

E você? Tem tirado do papel as boas ideias que você tem? Compartilhe sua experiência com a gente e vamos crescer juntos! Comente!

Por: Flávia Cadinelli e Priscila Pinheiro

Sócias-diretoras da Consultoria para Mulheres.