Pular para o conteúdo

As 10 melhores músicas de Elton John, o “Rocketman”

Escrito por


5 décadas de sucesso de um astro da música

Elton John é um nome de sucesso. Com 50 anos de carreira, o músico vendeu mais de 300 milhões de discos, se apresentou em mais de 80 países, emplacou 50 hits de sucesso absoluto, 35 álbuns lançados, com sete deles votados, consecutivamente, como número 1 nos Estados Unidos.

Elton John: 10 músicas do cantor
Foto: Andrew H. Walker/Getty Images

As 10 melhores músicas de Elton John, o “Rocketman”

Além disso, Elton John criou trilhas sonoras para alguns filmes, como “Amigos e Amantes” (1971), “O Rei Leão” (1994), “A Musa” (1999) e “Gnomeu e Julieta” (2011). Ele também recebeu cinco prêmios Grammy, cinco Brit Award, um Oscar, um Globo de Ouro, um prêmio Tony, um Disney Legendes e o Kennedy Center Honors. O cara é ou não um astro?

O filme que conta a história de Elton, “Rocketman”, já está nos cinemas e, por aqui, selecionamos as melhores músicas do cantor, levando em consideração muitas opiniões, inclusive de profissionais do mundo. Porém escolher apenas 10 músicas de Elton Jonh é uma tarefa complicada, mas nossas escolhidas são essas:

 

1 – Your Song

A canção foi escrita por Bernie Taupin, colaborador de longa data de Elton, em 1970. Ela é considerada um dos grandes sucessos do cantor e já foi interpretada por nomes como Frank Sinatra, Lady Gaga, Rod Steawrt, Patti LaBelle e até o brasileiro Paulo Ricardo.

A música também foi cantada pelo ator Ewan McGregor, no filme Moulin Rouge, de 2001. O personagem canta a música para Satine, interpretada por Nicole Kidman.

Em novembro de 2018, o manuscrito da música foi leiloado em Nova Iorque pela esposa de Taupin, Maxine. A casa de leilões Bonhams disse que a letra, escrita e anotada em tinta azul e assinada por “B. Taupin”, é a primeira, original e único rascunho da música.

Segundo entrevistas no início dos anos 1970, Tupin deu a ele a letra ao Rocketman que levou apenas 10 minutos para compor a melodia da música.

 

2 – Rocket Man

Alguns falam que Rocket Man conta a história de um triste astronauta que não percebe a importância que possui e alguma relação com a Guerra Fria. Outros, porém, acreditam que a música fala sobre a aceitação de Elton em relação a sua homossexualidade. O que vocês acham?

 

3 – Bennie and The Jets

A música composta por Elton John para o álbum Goodbye Yellow Brick Road, de 1973, fala de uma banda ficcional chamada “Bennie and the Jets”, de quem Elton era um suposto fã. Bernie Taupin disse, em entrevistas, que a letra é uma sátira da indústria musical na década de 1970. O

O próprio cantor, Elton John, já disse que achou que a música sera um fracasso, por causa da mistura de rock e blues. Axl Rose, o vocalista de Guns N’ Roses, não concordou com isso. Ele já declarou que a canção de Elton o fez querer ser cantor.

Uma outra curiosidade: em um episódio de “Os Simpsons”, o personagem Lenny imaginou uma gangue com o nome “Lenny e os Jets”.

 

4 – Philadelphia Freedom

A canção foi escrita por Elton e Bernie Taupin. Dizem que foi composta como um favor a um amigo de Elton, a estrela do tênis Billie Jean King, que fazia parte do time Philadelphia Freedoms.

 

5 – I’m Still Standing

A canção foi composta pela dupla, nem precisamos dizer quem. Mas Elton John e Bernie Taupin fizeram a música para o álbum Too Low for Zero, de 1983. A música fala de momentos da vida de Taupin e o clipe foi dirigido por Russell Mulcahy. Foi gravado em Cannes e Nice, na Riviera Francesa. “I’m Still Standing” alcançou a 4 posição no Reino Unido, 1 na Suíça e 12ª nos Estados Unidos.

 

6 – Tiny Dancer

Temos duas histórias para essa música: a primeira é que ela foi escrita como uma homenagem a Maxine Feibelmann, a primeira esposa de Taupin que era dançarina, e que costurava as roupas da banda de Elton. Bernie confirmou essa história em 1973, para a Rolling Stone, mas desmentiu em 2013. Foi ai que surgiu a segunda versão: ele disse que a canção era sobre todas as mulheres que viu na Califórnia naquela época.

Em 2017, após 45 anos de lançamento, a música ganhou um clipe dirigido por Max Weiland. Gravado em Los Angeles, ele fala sobre o sul da Califórnia, mostrando a rotina da cultura urbana, onde as pessoas passam boa parte do tempo em seus carros.

 

7 – Don’t Go Breaking My Heart

Em um dueto com a cantora Kiki Dee, a música foi lançada em 1993. Em 2018, um álbum especial em tributo a Elton John reuniu um time de estrelas da música, como Lady Gaga, P!ink, Ed Ed Sheeran e Miley Cyrus. Quem também fez parte do álbum e interpretou junto com Q-tip foi Demi Lovato.

 

8 – Goodbye Yellow Brick Road

Dizem que a canção foi inspirada no filme “O Mágico de Oz”, clássico do cinema de 1939, com Judy Garland no papel principal.

 

9 – Candle in the Wind

Candle in the Wind possui duas versões. A original, composta por Elton e Taupin foi escrita em 1973 em homenagem a Marilyn Monroe, que morreu 11 anos antes. A canção apareceu no álbum Goodbye Yellow Brick Road e faz referência ao verdadeiro nome de Marilyn, Norma Jean. O lançamento do single da canção original chegou a 11ª posição nas paradas britânicas em 1974.

A segunda versão chegou em 1997, quando Elton fez um remake da canção como uma homenagem à sua amiga pessoal, a Princesa Diana, após sua morte. A música foi lançada como single e chegou ao número 1 em muitos países, provando que fui um sucesso maior que a original, talvez pelo momento em que foi feita.

Em 2012, Candle in the Wind se tornou a canção mais vendida dos últimos 60 anos, na Inglaterra, de acordo com a empresa Official Charts Company. Com quase 5 milhões de cópias vendidas, a música encabeçou a lista de canções mais populares desde 1952, quando esses números começaram a ser registrados.

 

10 – Crocodile Rock

A canção escrita por Elton John e Bernie Taupin foi gravada em 1972, no Strawberry Studios, no Château d’Hérouville na França. Depois de divulgada, permaneceu como hit número 1 por três semanas no Reino Unido.

A música foi criada quando Elton descobriu que a banda australiana Daddy Cool fez sucesso com o single “Eagle Rock”, no início dos anos 1970. O cantor ouviu a canção pela primeira vez durante uma turnê pela Austrália e ficou impressionado.

 

Por: Ana Clara Turchetti